domingo, 21 de julho de 2019

Jesus vê empate do Flamengo justo e critica protesto da torcida: "No campo xinguem, fora acabou"



O Flamengo arrancou um empate com o Corinthians por 1 a 1 na tarde deste domingo, na Arena Corinthians, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Resultado considerado justo por Jorge Jesus na coletiva de imprensa após a partida. Porém, o assunto mais comentado na entrevista foi o protesto da torcida no aeroporto no sábado. O que foi duramente criticado pelo técnico português.



– Achei tudo estranho o que aconteceu, não havia justificativa. Fomos eliminados nos pênaltis. A torcida sofreu sentimentalmente... Mas passou. O Diego mostrou o quanto é bom jogador, o grande capitão que é. No jogo (contra o Athletico-PR), tinha sido o melhor. Eu não fui dar satisfação aos torcedores, só pedi que respeitassem (veja no vídeo abaixo).

– Para gostar do clube, tem que gostar dos jogadores. Não há time sem jogador. Não sei se é muito comum no Brasil... No campo xinguem, fora do palco acabou.

– Eu já estava dentro do aeroporto. Desci do ônibus e nem percebi. Vi gritando "Flamengo", mas achei que iam apoiar. Me disseram que os jogadores não queriam descer, aí que fui lá falar. Disse aos torcedores que isso não é ser apaixonado pelo clube. Qualquer grande jogador pode falhar nos pênaltis. Pelé, Maradona...



Com o empate, o Flamengo segue em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro com 21 pontos, mas diminuiu a distância para o líder Palmeiras em cinco pontos. O Rubro-Negro volta a campo pela competição no próximo domingo, quando terá pela frente o clássico com o Botafogo às 16h, no Maracanã. Antes, porém, vai ao Equador enfrentar o Emelec quarta-feira, às 21h30, no jogo de ida das oitavas de final da Libertadores.

Veja outros trechos da entrevista:

RESULTADO DO JOGO
– Foi um grande jogos, duas grandes equipes, bem organizadas na defesa. Difícil para ter oportunidades de gol. Gostei do ponto de vista técnico e tático dos dois times. O resultado foi justo. Merecemos fazer o gol depois de todos os riscos que corremos nos últimos minutos.



DECISÕES DO VAR
– Sabem quem é o mentor do VAR? Portugal. Sou apologista do VAR, que nos traz mais justiça. Mas temos que fazer ajustes. Os protocolos têm que ser alterados. O VAR só deve atuar na penúltima e última ações, não em 30 segundos antes do lance. Todas as outras que o árbitro não viu, não viu. É minha opinião.

ESTREIA DE GERSON
– Na Fiorentina, o Gerson jogou de primeiro, segundo, mais avançado... Fez quatro posições. Assisti a vários jogos. Ele aprendeu muito taticamente na Itália, lá é muito evoluído neste aspecto. Hoje, parecia que já estava conosco desde que eu cheguei, há um mês. É isso que eu procuro, é importante ter atletas que façam mais posições. O Gerson é um deles.



EVOLUÇÃO DO TIME
– A verdade é que estou conhecendo o elenco, e esses jogos vão dando ideias. Nestes quatro jogos, o time, jogo após jogo, deu sinais de melhora. Hoje não era fácil. Começamos atrás, mas conseguimos o empate. Nos últimos 15 minutos arrisquei tudo. Conseguimos. Às vezes não vai ser possível. Parabéns aos jogadores.

FILIPE LUÍS
– Sobre o Filipe Luís não falo. Os jogadores do Flamengo são os que estão aqui. Não é jogador do clube ainda. Só quando assinar, e não assinou nada ainda. É um excelente jogador, de seleção. Enfrentei muitas vezes, conheço bem. Se vier, é bem vindo.



GABIGOL ARTILHEIRO
– O Gabi já conheço. Vocês conhecem melhor do que eu. Quis levar para o Sporting, achava que tinha qualidade. Não era um centroavante. Tem se adaptado ao corredor central. Cheira a gol, como hoje. É preciso ter paciência com ele. Parece que não está no jogo, mas vai lá e faz gol. Não foi fácil para ele a adaptação tanto na Itália quanto em Portugal, mas aqui ele está em casa, conhece tudo.

LIBERTADORES
– Estamos com alguns jogadores em dificuldades. O Bruno Henrique não entrou 100%; Everton (Ribeiro) está com um trauma no pé; o Rafinha está muito tempo parado, estava com fadiga muscular; hoje foi o joelho do Vitinho... Fui contratado para encontrar soluções. O que interessa é o Flamengo, é jogar jogo a jogo. Já recuperamos três pontos (em relação ao Palmeiras). Eram oito quando cheguei, e agora está em cinco.


Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/jesus-ve-empate-justo-do-flamengo-e-critica-protesto-em-aeroporto-no-campo-xinguem-fora-do-palco-acabou.ghtml

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário