quarta-feira, 24 de abril de 2019

A característica do Flamengo que deve ser arma para superar altitude de Quito



Chegou a hora de mais uma decisão para o Flamengo nesta Conmebol Libertadores. Líder do Grupo D, o Rubro-Negro enfrenta a LDU, em Quito, e precisa de uma vitória para confirmar sua classificação antecipada à próxima fase da competição. A partida terá com transmissão ao vivo e exclusiva na TV por assinatura na tela do FOX Sports a partir das 21h30 (horário de Brasília). Além dos equatorianos, o time da Gávea terá outro adversário para superar dentro de campo: a altitude de 2.850 metros acima do nível do mar.



Mesmo sabendo que precisará superar a falta de ar em certos momentos da partida, o Flamengo tem uma característica importante que será fundamental no duelo desta quarta-feira. Segundo números apurados pelo FOX Sports Analytics, o Rubro-Negro é uma das equipes que mais tocam a bola nesta edição da Libertadores. Até o início do confronto, o time carioca trocou um total de 1914 passes, colocando a equipe na sétima posição do ranking, com uma efetividade de 90%.

Segundo avaliação do técnico Abel Braga, suspenso para a partida desta quarta-feira, ter a bola será fundamental para que o time corra menos de forma errada. Durante entrevista exclusiva ao repórter Ricardo Lay, dos canais FOX Sports, o treinador disse que trocar passes deverá ser uma das armas do Flamengo em Quito.



Se priorizar a posse de bola é uma das características do Flamengo, a LDU aposta no contrário. Ao todo, os equatorianos estão apenas na 36ª posição entre as 47 equipes que iniciaram a disputa da Libertadores em 2019, com 996 passes trocados, e com uma efetividade de 82%. Com uma proposta mais vertical de jogo, a Liga de Quito tende a pressionar o Rubro-Negro apostando nos contra-ataques em casa.


Fonte: https://www.foxsports.com.br/news/405177-a-caracteristica-do-flamengo-que-deve-ser-arma-para-superar-altitude-de-quito

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário