Renato Gaúcho se diz injustiçado no Flamengo: 'Se fosse na Europa, estaria consagrado'




O Dia: Renato Gaúcho falou pela primeira vez sobre sua saída conturbada do Flamengo. Em entrevista ao SporTV, o treinador defendeu seu trabalho no Rubro-Negro e afirmou que a saída do clube foi uma decisão sua.



"Nem todo treinador vai ganhar tudo. Comigo no Grêmio foi assim. Ganhei e perdi, mas foram cinco anos de sucesso. Com esse vice da Libertadores e o vice do Campeonato Brasileiro, se fosse na Europa o treinador estaria consagrado. Além disso, ganharia uma sequência. Tanto que meu aproveitamento no Flamengo foi de quase 74%, mesmo com vários jogadores no departamento médico, uma decisão a cada três dias. Mas isso faz parte da cultura brasileira. Estou com a consciência tranquila do trabalho que faço nos clubes", disse Renato.

"Muita gente fala que o Flamengo me mandou embora, mas não foi bem assim. Quando acabou o jogo contra o Palmeiras eu falei que ia sair. Tanto que eu já tinha me despedido dos jogadores no vestiário. Antes da nossa reapresentação eu liguei para o (Marcos) Braz e para o Bruno (Spindel) e falei com eles que independentemente do que acontecesse com o Flamengo estava pensando, eu ia sair", completou.



Em sua passagem pelo Flamengo, Renato Gaúcho ficou com o vice-campeonato da Libertadores e caiu nas semifinais da Copa do Brasil para o Athletico-PR. Na época, o Brasileirão também já estava virtualmente perdido, com o Atlético-MG disparado na liderança.


- // -

VEJA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS



Imagem: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.