sábado, 27 de março de 2021

Mesmo com Fla, Carioca perde um terço de audiência com troca Globo-Record



Hoje (27), a Record vai exibir o sexto jogo de seu pacote do Campeonato Carioca 2021. Trata-se de Boavista x Flamengo, a partir das 21h. Até agora, porém, a audiência do Estadual do Rio ainda não engrenou nova emissora, nem mesmo usando a força do Rubro-Negro. Fazendo um comparativo direto, a Globo conseguiu números melhores no passado fazendo transmissões apenas aos domingos no início e sem o Fla na programação.


Levantamento obtido pela coluna mostra que, nas cinco primeiras partidas, a Record conseguiu média de 10 pontos de audiência na Grande Rio de Janeiro. O recorde foi justamente na última quarta-feira (24) com a exibição do clássico Botafogo 0 x 2 Flamengo, que atingiu 16 pontos de Ibope. O segundo jogo mais visto também foi do Rubro-Negro: Flamengo 1 x 0 Nova Iguaçu, no dia 2 de março, com 14 pontos.

Partidas de Botafogo, Vasco e Fluminense marcaram 6 pontos cada uma, quando exibidas nas noites de sábado. A Record até consegue ser vice-líder de audiência, mas o canal de Edir Macedo ainda não conseguiu liderar na cidade mais interessada na competição. Até aqui, só ocupou o primeiro lugar em Brasília com Fla x Bota. 



Se comparado com os cinco primeiros jogos do Campeonato Carioca do ano passado, a Globo, mesmo sem ter os direitos de partidas do Fla, marcou 17 pontos de audiência. Isso significa queda de 41,1% nos índices marcados pela Record. É um terço da audiência perdida de um ano para o outro.

Ou seja, se o Carioca 2020 alcançou 806 mil domicílios na Globo, a Record atingiu 498 mil domicílios —queda de 38% no número de domicílios atingidos pelo Estadual do Rio. Só para se ter uma ideia, a menor audiência da Globo com uma partida do Campeonato Carioca desde 2000 foram 12 pontos em dois jogos de 2014. 



Já a menor audiência da Globo com uma partida do Flamengo no Campeonato Carioca desde 2000 foi com um jogo que marcou 14 pontos há sete anos, em 2014.

Outro ponto importante é que a semifinal da Taça Guanabara de 2020, entre Boavista e Volta Redonda, e que foi exibida para o Rio de Janeiro, marcou 15 pontos de Ibope no Rio —mesmo sem a presença de algum dos quatro grandes. Na Globo, partidas do Flamengo pelo Carioca —exibidas pela última vez em 2019— sempre marcaram acima de 20 pontos, considerando semifinais e finais. Clássico entre Flamengo e Fluminense, exibido em 27 de março daquele ano, atingiu 30 pontos de Ibope no Rio.



Além da perda de audiência, torcedores estão reclamando por não conseguirem mais ver os jogos em TV aberta em localidades nas quais as partidas eram exibidas pela Globo até o ano passado. O motivo é o modelo de negócio adotado para a exibição das partidas pela nova detentora dos direitos —as afiliadas têm de pagar uma taxa fixa referente aos direitos comerciais e imagens para ter o direito de transmitir os jogos. A Record tem contrato com o Carioca até 2022. Neste ano, a emissora paga R$ 11 milhões por 15 jogos. 

No ano que vem, essa quantia sobe para R$ 15 milhões. Além da TV aberta, a aposta dos times é faturar mais com pacotes de pay-per-view. 

- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/colunas/gabriel-vaquer/2021/03/27/mesmo-com-fla-carioca-perde-um-terco-de-audiencia-com-troca-globo-record.htm

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário