segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Flamengo supera surto de Covid-19, mas desfalques por convocações impõem nova reconstrução



O Flamengo viveu um pesadelo no Equador ao ver praticamente todo o seu elenco contaminado pela Covid-19. Os meninos da base foram chamados, deram conta do recado, e o time, em seu período mais delicado do ano, respondeu com bons resultados no Campeonato Brasileiro, além de somar vitórias e conquistar a vaga nas oitavas da Libertadores. Agora, será preciso uma nova reinvenção na equipe.





O Rubro-negro voltou a campo ontem (4) e venceu o Athletico Paranaense, resultado fundamental para manter a esperança no bicampeonato do Brasileirão. Além do triunfo, o torcedor viu o retorno de nomes importantes, que já figuraram ao menos no banco de reserva. Recuperados da doença, Isla, Filipe Luís, Willian Arão, Bruno Henrique e Vitinho iniciaram o jogo, e o Flamengo contou ainda com Everton Ribeiro, Michael e Diego como opções.


Mas é justamente quando as coisas voltam a se encaixar na Gávea que a comissão técnica terá de se desdobrar para promover uma nova transformação no time. Chamados para suas respectivas seleções, Everton Ribeiro, Rodrigo Caio, Isla e Arrascaeta serão baixas nos jogos contra Sport, Vasco e Goiás. Se voltarem inteiros dos duelos pelas Eliminatórias, os quatro poderão ser usados contra o Red Bull Bragantino, mas isso dependerá de avaliações físicas.





"O elenco do Flamengo tem muita qualidade e vai suprir. Teremos mais problemas em alguma posições, mas quando você olha o banco de reservas, você vê que tem muita qualidade para suprir os que estão jogando", disse o auxiliar Jordi Gris, que deve devolver o bastão para Dome no próximo compromisso.


A grande dificuldade para a comissão técnica será para remontar o setor de criação do Flamengo, visto que Ribeiro e Arrascaeta estarão a serviço de Brasil e Uruguai nos próximos dias. Com a dupla em ascensão na temporada, os espanhóis terão de encaixar uma nova estrutura de jogo.





Na parte defensiva, Dome e seus pares terão menos problemas, já que os garotos souberam aproveitar as oportunidades que receberam nas últimas semanas. Sem Isla, Matheuzinho surge como alternativa natural. Com Rodrigo Caio convocado para os jogos contra Bolívia e Peru, Léo Pereira deve voltar no próximo jogo e será acompanhado de um garoto - Gustavo Henrique ainda não precisa ser liberado após testar positivo. Nestes últimos jogos, Natan, Noga e Otávio deixaram boa impressão, e a reposição não preocupa.


"Confiamos muito neles, estão todos preparados para quando precisarmos. Natan, Noga e Otavio têm um futuro muito grande. Podemos contar com todos", acrescentou Gris, que ainda não pode contar com Diego Alves, Pedro Rocha e Gabigol, todos entregues ao departamento médico.


De astral renovado após a série positiva, um Flamengo sem alguns medalhões, mas cheio de caras novas se reapresenta para iniciar os trabalhos para o jogo de quarta (7) contra o Sport, às 19h15, no Maracanã.


- // -

> Veja as últimas informações sobre o Mengão em nossa página principal, Clique Aqui



Fonte: https://www.uol.com.br/esporte/futebol/ultimas-noticias/2020/10/05/fla-supera-fase-critica-da-covid-mas-calendario-impoe-nova-reconstrucao.htm

CURTA NOSSA PÁGINA



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário