segunda-feira, 20 de abril de 2020

Diego fala sobre possibilidade de encerrar a carreira no Flamengo



Um dos líderes do atual elenco rubro-negro, o meia Diego participou de uma conversa com sócios-torcedores promovida pelo clube na FlaTV. Entre vários assuntos, o camisa 10 falou sobre a possibilidade de encerrar a carreira como jogador do Rubro-Negro. Seu atual vínculo é válido até dezembro deste ano.


- Não tenho certeza quantos anos mais eu vou jogar. Vai depender de como vou estar me sentindo, se meu corpo vai estar correspondendo, minha cabeça funcionando... Enquanto isso acontecer eu vou continuar e também de acordo com as possibilidades que eu tiver pela frente - disse o meia em sua participação na primeira edição do "Happy Hour da Nação", antes de seguir:

- A possibilidade de encerrar minha carreira como jogador do Flamengo com certeza existe. Não temos o controle total em relação ao futuro, mas é uma possibilidade. Se acontecer será motivo de grande orgulho - finalizou Diego.

No clube desde 2016, Diego já levantou as taças do Carioca, Recopa Sul-Americana, Supercopa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Libertadores. Contudo, também já passou por momentos difíceis no clube. Todas essas experiências fazem o meia, hoje aos 35 anos, sentir-se realizado no Flamengo.

- Me sinto realizado. Todas experiências que vivi com a camisa do Flamengo me deram propriedade para dizer que sou muito feliz aqui, amo esse clube e por isso que passei por momentos difíceis e sempre mantive o foco e a esperança que esses momentos de títulos chegariam. Hoje, depois desse tempo todo, me sinto realizado, mas não quer dizer que não quero mais. Temos potencial para seguir vencendo e fazendo história - projetou Diego, um dos capitães do time.


Confira outras respostas do meia Diego, do Flamengo:

Paralisação do futebol

​Nesse momento é difícil precisar qual será o impacto dessa situação. Nas próximas semanas teremos uma noção maior. O que tenho procurado fazer é seguir todas recomendações para voltar bem fisicamente, na medida do possível. O importante é a gente conseguir terminar os campeonatos. Que o calendário seja revisto e que consigamos cumprir todos os jogos. Isso é fundamental para o funcionamento de todos clubes e para os jogadores também. É o momento de se unir e cada um fazer aquilo que estiver a seu alcance.

Recepção no Rio após o título da Libertadores
Aquela festa serviu para a gente começar a entender o tamanho da conquista. Poder comemorar significou poder sentir o tamanho da vitória. Aquela festa nos fez saborear e contemplar todo aquele momento. É algo inesquecível. Tem fotos que até parecem montagens. Um momento único para todos nós jogadores.

Gols mais marcantes
Meu primeiro gol, na minha estreia contra o Grêmio (2 a 1 no Mané Garrincha, em agosto de 2016, pelo Campeonato Brasileiro), marquei de cabeça. Um início perfeito. O gol me deu confiança e certeza que estava no lugar certo. E o primeiro gol que fiz pelo Flamengo na Libertadores (4 a 0 sobre o San Lorenzo, da Argentina, em março de 2017 pela fase de grupos da Libertadores). O Maracanã estava lotado, o jogo difícil. Jogar a Libertadores realmente é diferente, ainda mais pelo Flamengo. Marcar aquele gol de falta foi um momento muito especial.


Fonte: https://www.lance.com.br/flamengo/diego-fala-sobre-possibilidade-encerrar-carreira-coronavirus.html

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário