terça-feira, 21 de abril de 2020

CBF planeja ‘pente fino’ com testes de coronavírus em familiares e pessoas ligadas a jogadores de 180 times



Além de se preocupar com os ajustes necessários no calendário do futebol brasileiro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) planeja ajudar as autoridades de saúde nos estudos do novo coronavírus. A informação divulgada inicialmente pelo Globoesporte.com, mostra que a entidade prevê testes em jogadores, familiares que morem na mesma residência, mais o estafe envolvendo aproximadamente 180 clubes pelo país. Entre eles, equipes das séries A a D (20 nas três primeiras divisões e 68 na última) no masculino e mais 52 no feminino (16 equipes na A1 e mais 36 na A2).


De acordo com o portal, todos os dados coletados serão enviados ao Ministério da Saúde. O auxilio da CBF tem dois objetivos: identificar, no teste de anticorpos, a classificação dos níveis de infecção ou imunização, e a condição de cada atleta. O segundo é, por meio de um estudo, formar uma base epidemiológica de um pequeno grupo determinado. Criando, neste caso, uma análise do perfil dentro de grupo de atletas.

A ideia da entidade é que médicos representantes de cada clube enviem formulários em um sistema interno da própria CBF, com todas as informações possíveis sobre cada jogador. Dados pessoais, descrição de possíveis sintomas, o tipo de teste realizado, o resultado do exame e a evolução do ‘paciente’. Mesmo sem ter uma previsão de retomada nas atividades esportivas no país, a CBF se prepara para agir com o máximo de segurança quando for possível.


Ainda segundo informações do GE, estudos sobre a epidemia mostram que 80% da população vai pegar coronavírus e não vai apresentar sintomas ou vai ter apenas sintomas leves. Com esses dados estatísticos que a CBF quer colher, as autoridades sanitárias podem ter mais informações para uma eventual flexibilização do distanciamento social. A partir dos testes mais intensivos, é possível ainda que um grupo maior de jogadores possa treinar junto.

Na última segunda-feira (20), o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro de Carvalho, disse que a CBF considera mínima a possibilidade do futebol brasileiro ser retomado em maio. O mandatário disse isso após após a reunião que estabeleceu a criação de um protocolo para o retorno do torneio estadual: “A CBF entende que em maio não vai haver futebol, mas o retorno não pode passar de junho, sob pena de comprometer todo o calendário nacional”.


Fonte: https://colunadofla.com/2020/04/cbf-planeja-pente-fino-com-testes-de-coronavirus-em-familiares-e-pessoas-ligadas-a-jogadores-de-180-times/

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário