terça-feira, 21 de maio de 2019

Flamengo e MP chegam a acordo por condições mínimas, e base voltará a se alojar no Ninho do Urubu



A diretoria do Flamengo e o Ministério Público chegaram a um acordo nesta terça-feira, no Juizado da Infância e Juventude, para que os atletas menores de idade voltem a se alojar no Centro de Treinamento Ninho do Urubu. Desde o incêndio que deixou dez mortos a estrutura não está autorizada a receber jogadores da base para pernoite.



Agora, o acordo será homologado e caberá ao Ministério Público fiscalizar as condições mínimas que o Flamengo se propôs a atender.

- O Flamengo e o MP vem debatendo a melhor e mais justa forma de atender aos menores em geral e em especial os que ficam internos no CT, longe de suas famílias. Estabelecemos de comum acordo condições mínimas para que os menores venham a ocupar o CT.

Continuaremos a prover saúde, educação, nutrição equilibrada, equipe muitifuncional, monitor 24 horas por dia, assistente social etc.. Assim, caberá ao.MP a partir de agora fiscalizar a manutenção desse compromisso - explicou o vice-jurídico do clube, Rodrigo Dunshee.



O juiz da 1 Vara de Infância, Pedro Henrique Alves, havia retirado a obrigatoriedade da ambulância no CT depois que o Flamengo apresentou ter um aparato médico disponível para o atendimento caso necessário. Essa era a condição para a liberação do Ninho para treinamentos da base. Desde a semana retrasada, as categorias já utilizam a estrutura, mas ainda não para pernoite.

- O interesse do Flamengo do juiz e do MP é o mesmo, isto é, o bem estar dos menores. O juiz deve homologar o acordo nos próximos dias e os atletas adolescentes internos poderão retornar ao CT, bem como pessoas de qualquer idade - comemorou o vice-jurídico.

A polícia civil pretende divulgar em breve o resultado do inquérito que investiga as causa do incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo.


Fonte: https://extra.globo.com/esporte/flamengo/flamengo-mp-chegam-acordo-por-condicoes-minimas-base-voltara-ase-alojar-no-ninho-do-urubu-23682492.html

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário