quarta-feira, 6 de maio de 2020

“Eu entrava, dava assistência e no próximo jogo ia para o banco”: Trauco admite mágoa por período no Flamengo



Trauco chegou ao Flamengo em 2017 como reforço para a lateral-esquerda, mas passou por altos e baixos e nunca conseguiu se firmar como titular da equipe. Em 2019, com a chegada de Filipe Luís, o lateral perdeu espaço no elenco e acabou sendo negociado. Em live no Instagram, o jogador relembrou sua passagem pelo Mais Querido e ressaltou falta de oportunidades no time Rubro-Negro.


– Meu tempo no Flamengo foi mais ou menos. Sinto que tinha que dar mais, mas não sendo brasileiro, não me deram muitas oportunidades. Eu entrava, dava um passe ou dois passes para o gol e o próximo jogo ia pro banco. Sempre prestaram mais atenção nos meus erros do que o que eu poderia oferecer -, lamentou o lateral.

Ainda durante a tranmissão ao vivo, após o desabafo, Trauco afirmou ter recebido as medalhas do Campeonato Brasileiro e da Copa Libertadores da América, e também brincou sobre premiações financeira: “nada (de dinheiro) caiu (risos)”.

Em agosto do ano passado, o Flamengo aceitou a proposta do Saint-Étienne, da França, e negociou a saída de Trauco por cerca de 600 mil euros, aproximadamente R$2,4 milhões. Em dois anos com o Manto Sagrado, Miguel Trauco entrou em campo 79 vezes e marcou quatro gols.


Fonte: https://colunadofla.com/2020/05/eu-entrava-dava-assistencia-e-no-proximo-jogo-ia-para-o-banco-trauco-admite-magoa-por-periodo-no-flamengo/

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário