quinta-feira, 23 de abril de 2020

Mesmo sem vender jogadores, o Flamengo ainda fatura 57% a mais do que o Corinthians



Nesta quarta-feira, em entrevistas na Band e no canal do Jorge Nicola, Andrés Sanchez, o presidente do Corinthians, atribuiu o grande momento do Flamengo ao dinheiro que o clube carioca conseguiu vendendo jogadores.


É fato que o Flamengo faturou uma montanha de dinheiro com suas revelações: só no ano passado foram R$ 300 milhões. Mas também é verdade que, mesmo sem essa verba, o time rubro-negro ainda teria um faturamento 57% maior do que o obtido pelo Corinthians em 2019.

Os números flamenguistas são oficiais, o clube já divulgou seu balanço. O corintiano ainda não foi publicado, mas a equipe adiantou suas finanças da temporada passada no orçamento para 2020 (os números finais devem ter pouca variação).

A equipe carioca teve receitas líquidas de R$ 914 milhões. Tirando os R$ 300 milhões da venda de atletas, sobram R$ 614 milhões. Já o Corinthians declarou receitas líquidas, também sem direitos federativos, de R$ 391 milhões.


Nos seus números, a diretoria corintiana contabiliza R$ 63,5 milhões, de bilheteria, dinheiro que na prática obrigatoriamente deveria ser para pagar o financiamento da Arena de Itaquera.

Um abismo separa alguns itens das receitas dos dois clubes. Contando venda de ingressos e programas de sócio-torcedor, o Flamengo arrecadou R$ 170,7 milhões, contra apenas R$ 76 milhões do Corinthians.


Somando direitos de TV, licenciamento da marca e todos os tipos de patrocínios entraram R$ 422,7 milhões nos cofres da equipe carioca. Para o Corinthians, esse tipo de receita contribuiu com R$ 313,4 milhões.

Ao final de tudo, o Flamengo teve superávit de R$ 63 milhões, enquanto o Corinthians projeta um déficit de R$ 145 milhões.

É claro que os números flamenguistas não seriam tão brilhantes sem a venda de jogadores. Mas aí também o clube poderia evitar o luxo de gastar tanto em um time que foi tão vencedor: foram R$ 181 milhões gastos na aquisição de jogadores em 2019. E a dívida parece controlada. Bem diferente do que acontece no Parque São Jorge.


Fonte: http://www.espn.com.br/blogs/paulocobos/765270_nao-e-so-vender-jogador-andres-sem-isso-flamengo-ainda-fatura-57-a-mais-do-que-o-corinthians

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário