sexta-feira, 10 de abril de 2020

Fifa cria projeto de ‘renovações automáticas’ de contratos, mas futebol brasileiro pode ficar de fora



Com o futebol paralisado em diferentes partes do mundo devido ao surto do novo coronavírus, a Fifa, entidade máxima da modalidade, recomendou que os jogadores com contratos que se encerram entre os meses de junho e julho, sejam estendidos para o final da temporada atual de forma automática. O objetivo é que os campeonatos possam ser finalizados sem que os clubes ou jogadores sejam ‘prejudicados’ pela pandemia.


No Flamengo, oito atletas têm vínculos que se encerram em dezembro deste ano (Diego Alves, Diego Ribas, Matheus Dantas, Pepê, Berrío, Lucas Silva, além de Pedro Rocha e Pedro – os dois últimos estão no Fla por empréstimos). No entanto, de acordo com o jornalista Paulo Vinicius Coelho, o PVC, a determinação da Fifa em relação ao prolongamento dos contratos, não vale para o Brasil. Isso porque, a legislação brasileira não contempla o critério definido por Gianni Infantino, presidente da entidade internacional, como aponta um estudo de federações estaduais.

O ‘Blog do PVC’ destacou ainda que Infantino foi enfático ao dizer que: “Nos países onde a legislação permita, estender o término da vigência dos contratos de trabalho até o final da temporada e prorrogar o início da vigência dos contratos subsequentes para o início da temporada seguinte”.

Na última terça-feira (07), na reunião da Comissão Nacional de Clubes, foi pontuado que Campeonato Brasileiro deva ser disputado normalmente em turno e returno, com pontos corridos, e todos os 380 jogos previstos. Outra proposta feita foi que todas as competições suspensas por conta da Covid-19 sejam retomadas, quando possível, incluindo os estaduais.


Fonte: https://colunadofla.com/2020/04/fifa-cria-projeto-de-renovacoes-automaticas-de-contratos-mas-futebol-brasileiro-pode-ficar-de-fora/

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário