quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Ex-auxiliar de Jorge Jesus relata como técnico do Flamengo foi agredido com 'paus e ferros' por torcida do Sporting



Jorge Jesus está no Brasil treinando o Flamengo, mas em Portugal seu nome está sendo citado pela Justiça nesta quarta-feira. O Tribunal de Monsanto, em Lisboa, realiza a 9ª sessão do julgamento do ataque feito à Academia de Alcochete – o centro de treinamento do Sporting – em maio de 2018.


À época, o atual comandante do Flamengo estava no clube português e perdeu a vaga para a Champions League na última rodada do campeonato. Enfurecidos, torcedores invadiram o CT e agrediram jogadores e comissão técnica.

Nesta quarta, três auxiliares de Jorge Jesus no Sporting prestaram depoimento no tribunal e revelaram o horror que viveram naquele dia.

“Foi um ambiente assustador. Fui empurrado, os indivíduos estavam todos com os rostos tapados. O Jorge Jesus foi agredido no corredor, por elementos que já estavam a sair. Foi agredido, acho que com paus ou ferros, nas costas e no peito. O Jorge escorregou, caiu, levantou-se e continuou a ser agredido", disse Miguel Quaresma, ex-auxiliar, ao tribunal.


"Estava no corredor de acesso ao vestiário. Cerca de 15 indivíduos entraram e começaram a agredir jogadores. Foi um clima de pânico, de terror", relatou outro auxiliar, Raul José.

"Estavam todos de cara tapada. Jorge Jesus estava na zona do gramado, mas quando voltou, levou umas bordoadas. Também levou uns murros", recordou.


"Vieram com intenção de agredir. Não ameaçavam, agrediam. Fui empurrado e vi esses indivíduos a perguntarem onde estava o 'Batta' e o Acuña. O Acuña retaliou um pouco. Vi ainda o Bas Dost no chão com ferimentos, a sangrar. Fui ajudá-lo e também fui agredido. Foi o pânico total”, contou Raul José.

A Justiça portuguesa julga 44 acusados pelo ataque ao CT, que poderão ser condenados pelos crimes de terrorismo, ameaça agravada, dano com violência, detenção de arma proibida e introdução em local vedado ao público.



Fonte: https://www.espn.com.br/futebol/artigo/_/id/6388360/ex-auxiliar-de-jorge-jesus-relata-como-tecnico-do-flamengo-foi-agredido-com-paus-e-ferros-por-torcida-do-sporting

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário