quinta-feira, 11 de abril de 2019

Flamengo faz último jogo antes de assumir Maracanã e tenta aliar grande público a maior receita



O Flamengo espera se despedir do Maracanã na primeira fase da Libertadores com festa e vitória sobre o San José, hoje, às 21h. A partida, que já tem ingressos esgotados, ficará marcada como a última do clube sob o atual contrato do estádio. Nele, o rubro-negro conseguiu, com esforço, aumentar o público com a redução dos ingressos, política que vem desde 2018. Agora, com o novo acordo, a meta é maximizar os lucros.



Antes dos mais de 55 mil ingressos vendidos para hoje, a média de público na Libertadores era de 59.805 pagantes. O principal gargalo ainda é o Estadual, cuja média este ano chegou a 38.933 pagantes. Se na competição internacional os lucros líquidos das duas partidas este ano foram elevados — R$ 863.111,16 contra o Peñarol e R$ 753.081, 87 diante da LDU — no regional até houve relevante aumento na receita, mas com custos elevadíssimos para diminuir.

Em 2019, a receita bruta dobrou em relação a 2018. Até o momento, após 15 partidas no estádio, a renda é de R$ 13,4 milhões - a conta leva em consideração mesmo aqueles confrontos sem mando rubro-negro. Ano passado, os 15 jogos com o Fla em campo no Carioca tiveram renda bruta de R$ 6,3 milhões.



Mas o aumento de público e arrecadação na competição ainda não significa lucro maior como na Libertadores. As despesas cresceram em proporção superior. Tanto que o resultado líquido do Flamengo foi inferior - contando exatamente o que o clube embolsa, considerando que em clássicos, por exemplo, há divisão de lucros. O prejuízo em 2019 está em R$ 660,4 mil. Em 2018, foi R$ 317,9 mil. A compensação é um público presente nos jogos com mando do Flamengo que chega a 40.413 no Estadual. Na Libertadores, salta para 64.578.


Fonte: https://extra.globo.com/esporte/flamengo/flamengo-faz-ultimo-jogo-antes-de-assumir-maracana-tenta-aliar-grande-publico-maior-receita-23589943.html

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário