quarta-feira, 3 de abril de 2019

Com Gabigol expulso, Fla leva gol no fim e sofre primeira derrota na Libertadores



Flamengo e Peñarol se enfrentaram na noite desta quarta-feira (03), no Maracanã, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Conmebol Libertadores. Com jogo truncado, o Rubro-Negro foi pouco criativo no primeiro tempo frente à marcação bem encaixada dos uruguaios, que chegaram ao gol no final da etapa complementar, submetendo o clube da Gávea a sua primeira derrota no torneio continental.



O JOGO

Em partida de muito estudo inicialmente e com forte marcação uruguaia, o Flamengo teve a primeira chance somente aos 12 minutos com um contra-ataque. Diego fez lançamento para Gabigol, que avançou até a área e bateu cruzado. A bola, no entanto, passou à direita da meta do Peñarol.

O primeiro susto dos uruguaios aconteceu aos 22 minutos. Após cruzamento na direita encontrando Canobbio, a bola ficou viva na área, mas Pará apareceu para dar um chutão e afastar o perigo.

Aos 29, o Fla chegou novamente com perigo após erro na saída de bola do adversário, mas não aproveitou. Everton Ribeiro acionou Gabriel pela direita, que bateu sem ângulo ao gol defendido por Dawson.



Apesar de a equipe carioca dominar as ações na primeira etapa, foi o Peñarol quem teve a melhor chance até o momento. Em contra-ataque aos 41 minutos, Brian lançou Canobbio na área, em boas condições de finalizar. O atacante chutou de primeira, mas Diego Alves realizou uma defesa espetacular e evitou o pior.

Antes do apito final no primeiro tempo, aos 48 minutos, o Rubro-Negro chegou com perigo e quase marcou o primeiro gol. Diego cobrou falta ensaiada, e Léo Duarte desviou de cabeça, mas Dawson afastou em dois tempos, antes da chegada do atacante Bruno Henrique.

O Flamengo voltou melhor para a etapa complementar, incendiando mais a partida. Aos dez minutos, chegou ao gol, mas foi assinalado impedimento. Pará tabelou com Arão, foi até a linha de fundo e cruzou na medida para Gabriel Barbosa. O atacante completou para o fundo da rede, mas estava à frente da linha da bola.



Com dificuldades de criar e entrar na área adversária, o Rubro-Negro teve importante mudança. Abel Braga sacou Willian Arão e colocou Vitinho. Com a modificação, Everton Ribeiro foi para o meio, enquanto Gabigol se movimentava mais pelo lado direito.

Com as mudanças, o clube da Gávea chegou bem aos 28. Gabriel cruzou bem na direita, e Bruno Henrique, posicionado como um centroavante, desviou de cabeça, mas à direita da meta dos uruguaios.

O jogo, que já não estava fácil para o Fla, ficou ainda pior com a expulsão de Gabigol, aos 30 minutos. O camisa 9 foi para a direita e deu um carrinho duro no adversário, levando o cartão vermelho direto e dificultando mais ainda a situação da equipe carioca na partida.

Com um a menos e sem poder de criação, o Rubro-Negro sofreu duro golpe aos 42 minutos. Lucas Hernández cruzou pela esquerda, e o centroavante Viatri se antecipou a Renê, cabeceou sem dar chances a Diego Alves e abriu o placar para o Peñarol.

O Flamengo ainda tentou esboçar uma reação, mas não conseguiu evitar a derrota no Maracanã. Os comandados de Abel Braga voltam a campo no próximo sábado (06), para o clássico contra o Fluminense, pela semifinal do Campeonato Carioca.


Fonte: https://colunadoflamengo.com/2019/04/flamengo-cria-pouco-leva-gol-no-fim-e-sofre-primeira-derrota-na-libertadores/

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário