quarta-feira, 3 de abril de 2019

Arão diz que ligação de Abel foi importante para ficar no Flamengo e analisa: ‘Peñarol vai exigir muito da gente’



Titular do Flamengo , que encara o Peñarol pela Libertadores nesta quarta-feira, Willian Arão é um dos jogadores que mais desperta a admiração de Abel Braga. O treinador já elogiou por diversas vezes o volante, que começou o ano passado na reserva e que terminou como um dos destaques da equipe vice-campeã brasileira.



Em entrevista ao ESPN.com.br, o jogador disse que o técnico do clube rubro-negro foi fundamental para sua permanência e a renovação de contrato.

Apesar das ofertas que recebeu de outros clubes no final do ano passado, incluindo Grêmioe São Paulo , Arão resolveu permanecer na Gávea.

“Recebi algumas propostas de times do Brasil e de fora, o que me deixou feliz. Mas eu ainda tinha contrato com o Flamengo até o final de 2019. Quando eu estava de férias, o Abel me ligou, disse que contava comigo, me passou confiança. Ele não me prometeu nada, mas disse que contava comigo. Depois disso, o Flamengo acabou me procurando para renovar o contrato. Estou muito feliz no clube e espero conquistar títulos com essa camisa”, disse.

O volante de 26 anos acredita que o time rubro-negro não terá vida fácil no duelo contra os uruguaios.



“É um jogo muito importante porque uma vitória nos deixa bem próximos de uma classificação. O Peñarol é um clube de muita tradição na Libertadores, tem uma torcida apaixonada, um time muito forte e que vai exigir muito da gente. Temos que entrar muito atentos e concentrados e jogar o nosso futebol. Vamos lutar até o último segundo por essa vitória”, relatou.

O Flamengo é o líder do grupo D da Copa Libertadores, com seis pontos ganhos.

Veja a entrevista com Willian Arão:

Vi que você recebeu ofertas de outros times, mas preferiu ficar no Flamengo. O quanto o Abel pesou para isso?
É verdade. Recebi algumas propostas de times do Brasil e de fora, o que me deixou feliz. Mas eu ainda tinha contrato com o Flamengo até o final de 2019. Quando eu estava de férias, o Abel me ligou, disse que contava comigo, me passou confiança. Ele não me prometeu nada, mas disse que contava comigo. Depois disso, o Flamengo acabou me procurando para renovar o contrato. Estou muito feliz no clube e espero conquistar títulos com essa camisa.



O que mudou para você desde a chegada dele? Você acredita que vive a melhor fase com a camisa do Flamengo nesse momento?
Cada técnico tem sua maneira de trabalhar, de ver o futebol. E o Abel chegou com as ideias dele. Claro que não é de um dia pro outro que tudo muda, precisa de tempo, de treino, de adaptação. Tenho vivido uma boa fase. Sou um cara muito autocrítico. Vejo o replay dos jogos, analiso, converso com amigos que entendem de futebol. Então, eu sei quando fiz um bom jogo e quando não fui muito bem. Estou sempre em busca da melhora, do crescimento.

Fale sobre como o Abel pede para que você jogue?
Eu sou um volante. Minha primeira preocupação é defensiva, no auxílio ao primeiro volante, que tem sido o Cuellar. Mas, além da marcação e da ajuda na saída de bola, tenho boa chegada ao ataque, infiltração. O Abel pede muito para que eu seja esse elemento surpresa, que ajude o Pará e o Everton Ribeiro nas jogadas pela direita. Tento dar esse equilíbrio que ele pede.

Qual a conversa mais marcante que vocês tiveram?
Não teve uma específica que tenha sido marcante. Mas nas conversas sempre ouço bastante o que ele tem pra falar, é um cara muito experiente.



Qual a importância desse jogo contra o Peñarol? Espera que eles venham mais fechados ao Maracanã?
É um jogo muito importante porque uma vitória nos deixa bem próximos de uma classificação. O Peñarol é um clube de muita tradição na Libertadores, tem uma torcida apaixonada, um time muito forte e que vai exigir muito da gente. Temos que entrar muito atentos e concentrados e jogar o nosso futebol. Vamos lutar até o último segundo por essa vitória.

Como é a disputa por posição entre vocês, ainda mais no meio de campo que está recheado de jogadores?
É uma disputa sadia. O Flamengo montou um elenco muito forte e todos têm condições de serem titulares. E isso é muito bom, pois faz você dar o seu máximo todos os dias nos treinos. Se der brecha, outro jogador de qualidade entra e pega a vaga.



O título da Taça Rio ajuda a dar tranquilidade para esse jogo?
São duas competições diferentes. Claro que ter conquistado a Taça Rio foi importante, mas no dia seguinte já viramos a chave para o jogo contra o Peñarol, que vai ser muito complicado. Com o passar dos jogos, estamos ganhando cada vez mais confiança, o que é muito importante, mas não podemos relaxar. O nível de concentração tem que estar sempre no máximo.

Como foi voltar a ser aplaudido pela torcida?
É sempre muito bom quando você tem o seu trabalho reconhecido. Dou o meu máximo todos os dias. Nem sempre vou agradar a todos, mas com o apoio da torcida é sempre melhor. Espero seguir jogando bem para ter esse reconhecimento deles.


Fonte: http://www.espn.com.br/futebol/artigo/_/id/5454693/arao-diz-que-ligacao-de-abel-foi-importante-no-flamengo-e-analisa-penarol-vai-exigir-muito-da-gente

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário