quinta-feira, 28 de março de 2019

O que é ablação? Cardiologista explica procedimento ao qual Abel Braga será submetido



Abel Braga deu um susto nos torcedores no Fla-Flu da última quarta-feira (27). O treinador passou mal um pouco antes do final da partida e precisou ser atendido por médicos dos dois clubes. Foi constatado que o técnico teve uma arritmia cardíaca, pela segunda vez em sua carreira. Na manhã desta quinta-feira (28), ficou decidido que ele precisará passar por procedimentos cardíacos (ablação) e, por isso, não comandará a equipe do Flamengo na final da Taça Rio.



Visando explicar um pouco sobre o procedimento, a equipe de reportagem do Coluna do Flamengo entrou em contato com Dr. Felipe Amorim Zarour, médico cardiologista formado em São Paulo, mas que atua em Cuiabá, no Mato Grosso. Antes de mais nada, é necessário entender o que é e o que leva à arritmia:

— O ritmo normal do coração, que a gente chama de ritmo sinusal, é o ritmo de cadência do coração. Quando a gente tem arritmia, quer dizer que essa cadência foi quebrada, e aí começa um ritmo que não é o sinusal. O coração é composto por quatro câmaras: duas Átrios e dois Ventrículos. No Átrio direito é onde parte o nosso ritmo, as células de cadência, chamadas de células marca-passos. A partir da cadência deste local, você tem a frequência cardíaca feita. As células descem para os dois Átrios, depois para os Ventrículos, e enfim se espalha por todo coração -, explicou Dr. Felipe Zarour, que completou:

— A principal arritmia que a gente conhece é a fibrilação atrial. Para vocês terem noção, 20% da população, em algum momento da vida, vai apresentar isso. Nada mais é do que uma interferência no ritmo sinusal. Estímulos fora do nó sinusal começam a interferir dentro do Átrio e começam a formar outros focos que vão mandar o estímulo. Ou seja, a fibrilação atrial é um tipo de arritmia muito frequente e com ritmo muito irregular. O quadro pode ser grave, mas não é o que costuma acontecer. Pode trazer problemas à longo prazo.

FOTO: Medicina – Mitos e Verdades/ Reprodução


Em seguida, explicou o que é, como funciona e como é feita a ablação, procedimento médico que será realizado em Abel Braga:

— Ablação nada mais é que um cateterismo. Ele entra pela perna, vai até dentro do Átrio Direito, e a partir de ali vão tentar monitorar de onde partiu essa arritmia. Descobrindo, você vai, possivelmente, “ablacionar” o foco. Ou seja, você vai queimar a região onde está fazendo a arritmia, fazendo com que o ritmo desorganizado se acabe. O procedimento costuma não ser muito arriscado e é muito corriqueiro na prática cardiológica. O tempo de recuperação deve ser de, no mínimo, 15 dias.



Fonte: https://colunadoflamengo.com/2019/03/o-que-e-ablacao-cardiologista-explica-procedimento-ao-qual-abel-braga-sera-submetido/

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário