quarta-feira, 27 de março de 2019

Com jogadores poupados, Abel deve resgatar ideia que “abriu mão” de implantar no Flamengo



O Flamengo se prepara para mais um compromisso pelo Campeonato Carioca. Com início marcado para as 21h30 desta quarta (27), o Rubro-Negro terá o Fluminense pela frente, em partida pela semifinal da Taça Rio. O Fla entrará em campo com equipe mista, e o técnico Abel Braga deve aplicar uma ideia que queria implantar desde sua chegada ao clube: ter dois pontas agudos no time titular.



O meia Diego Ribas será poupado, e Everton Ribeiro assumirá a vaga de meia central na linha de 3 do Flamengo. Com isso, a posição de ponta direita deve ser ocupada por Vitinho. Do outro lado, Bruno Henrique seguirá entre os 11 titulares – como publicado pelo jornal O Globo. Sendo assim, o Fla retorna à ideia de jogo havia sido indicada por Abel no dia 29 de janeiro, em coletiva após o triunfo por 3 a 1 sobre o Boavista.

– Coloquei o Gabriel em uma posição que ele gosta. Não tivemos profundidade no primeiro tempo. Depois que ele abriu, gostei mais pelo lado. Se me perguntar como eu gosto, gosto mais de caras abertos pelo lado. Se você for ver, os atacantes sempre foram artilheiros com caras agudos pelo lado. Foi uma grande satisfação vê-lo ajudar –, afirmou o treinador, que acabou “abrindo mão” da proposta após ver atletas tendo melhor rendimento em outras posições.



TENTATIVAS NO INÍCIO DA TEMPORADA E MUDANÇA DE IDEIA

Logo nos primeiros jogos do Flamengo, Abel vinha com a convicção de que um centroavante fixo à área seria mais efetivo em sua equipe, assim como ele fez com Henrique Dourado no Fluminense, por exemplo. Com isso, Gabriel Barbosa passou a atuar aberto pela ponta direita. Foi assim na segunda rodada do Carioca, quando o treinador levou a campo um trio de ataque forma do por Arrascaeta, Henrique Dourado e Gabigol.

Vale destacar também que, já na Flórida Cup, principalmente no jogo contra o Ajax, o treinador passou a utilizar Everton Ribeiro em posição mais centralizada, demonstrando a ideia de “desgrudar” o camisa 7 da ponta direita, posição na qual se firmou em 2018. Apesar de não ter levado o conceito à frente, Everton – de fato – ganhou mais liberdade para se movimentar no meio campo e abrir o corredor para o lateral.



Outro ponto que colaborou para que Abel abrisse mão dos dois pontas agudos foi o bom rendimento de Gabriel como homem de referência. O camisa 9 assumiu a função de centroavante no jogo contra a Cabofriense, pela quinta rodada da Taça Guanabara. Desde então, são oito partidas e oito gols marcados. Para firmar ainda mais o Gabigol como peça central no ataque, Henrique Dourado deixou o Flamengo, reduzindo a quantidade de opções que Abel tinha para a vaga.

Com time misto e mudança tática, o Flamengo tem a missão de vencer o Fluminense para chegar à decisão do atual turno do Carioca. Isso porque, como se classificou em segundo lugar de seu grupo, o Fla foi à semi sem a vantagem do empate. O duelo está marcado para as 21h30 desta quarta-feira (27), no Maracanã.


Fonte: https://colunadoflamengo.com/2019/03/com-jogadores-poupados-abel-deve-resgatar-ideia-que-abriu-mao-de-implantar-no-flamengo/

Curta nossa Página




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário